Cabelos e Couro cabeludo

Queda de cabelo | Calvície | Dermatites | Caspa | Oleosidade

Existem vários problemas que atingem o cabelo e o couro cabeludo.

Os tratamentos variam conforme o problema apresentado.

A dermatologia identifica e trata doenças e alterações do cabelo e couro cabeludo.

A aparência dos cabelos é comprometida por alterações no estado geral de saúde, doenças do couro cabeludo, inflamações cutâneas, alterações pela idade, higiene, tipo de xampu e produtos, pentes, escovas, rolos, secadores, etc.

O cabelo de cada um tem características pessoais na densidade, textura, espessura, distribuição, padrão e cor, que são genéticos, naturais, mas esses fatores também interferem na aparência do cabelo.

Essas alterações e doenças  devem ser tratadas pelo dermatologista.

Queda de cabelo

Queda de cabelo pode variar conforme a sazonalidade, ciclos naturais ou doenças.

Adultos tem em média entre 100 e 180 mil fios de cabelo na cabeça, que caem diariamente numa proporção de 0,1%, ou seja, entre 100 e 180 fios ao dia, em média.

Podemos reparar a queda aumentar de várias formas diferentes: no banho, ao pentear, no chão ou pela rarefação ou falhas no couro cabeludo.

A queda de cabelo difusa é chamada “eflúvio”, é a mais comum.

Existem outros tipos que podem ser mais preocupantes, como a queda em área (alopécia areata), queda por região e queda total, além da queda dos pelos do corpo.

Identificar a causa da queda é importante para instituir o melhor tratamento.

As causas mais comuns da queda dos cabelos são:

Anemia
Doenças internas
Medicamentos (muitos de uso comum)
Dermatites do couro cabeludo (seborréicas, contato, autoimune…)
Hormonais (após o parto, parada de tomar a pílula anticoncepcional, menopausa)
Produtos capilares (colorantes, descolorantes, cremes, etc.)
Manipulação dos fios
Penteados e procedimentos que tracionam os cabelos (rabo-de-cavalo, rolos; chapinha…)
Quimioterapia
Problemas imunológicos
Fatores genéticos

Calvície

O tratamento para calvície deve se iniciar logo nos primeiros sinais para que ela não se instale definitivamente

O chamado padrão androgênico de queda de cabelo (calvície) ocorre por fatores genéticos e hormonais, e pode acontecer em homens e mulheres.

Os homens podem ficar com grandes áreas completamente sem cabelo (calva).
As mulheres podem ter o volume diminuído e áreas de rarefação, às vezes acentuadas.

O diagnóstico precoce ajuda muito no tratamento e manutenção, que deve se iniciar desde quando os primeiros sinais acontecem, para estabilização do processo com melhora importante na aparência.

Dermatites

Nervoso, stress, ansiedade, lida, uso inadequado de produtos, entre outros, são fatores de piora nas dermatites do couro cabeludo

O couro cabeludo pode ter inflamações por várias causas, podendo levar à perda de cabelos, descamação, coceira, placas avermelhadas e feridas, além da inflamação dos folículos dos pelos – a foliculite.

A dermatite seborreica é a mais comum e pode cursar com caspa, coceira e ferimentos na pele do couro cabeludo e face.

Alergias a produtos e vários tipos de inflamação do folículo do pelo também podem ocorrer, e devem ser diagnosticados para serem tratados adequadamente.

Os tratamentos são realizados com medicamentos e atitudes, para cura ou controle das alterações e doenças que podem trazer mal estar à pessoa acometida.